Convém usar óleo sintético em vez de mineral?

A origem do óleo base não é indicativa da qualidade do lubrificante. A qualidade dos componentes é determinada mediante ensaios laboratoriais e no motor que o lubrificante deve superar durante a sua conceção. Segundo o segmento no qual nos encontremos (motas, veículos ligeiros, veículos pesados, indústria, etc.), a aplicação (motor, transmissões, etc.) e os desempenhos, a origem do lubrificante será mineral ou sintética. É certo que as bases minerais têm um menor índice de viscosidade (degradação térmica), mais insaturados (oxidação e depósitos) e mais enxofre (emissões) que as bases sintéticas.