O abastecimento do óleo permite evitar a sua substituição?

Não. O lubrificante deve ser substituído segundo a recomendação indicada pelo fabricante. Ao longo do tempo, o óleo degrada-se porque está sujeito a altas pressões e temperaturas, aos gases blow-by (que geram NOx, SOx, partículas), à diluição do combustível, aos elementos residuais do desgaste e à degradação dos seus próprios aditivos.